Terça-feira, 5 de Setembro de 2006
Março 2006 - Entrevista com Sofia Alves

Sofia Alves esteve, no início do mês de Fevereiro, em Coimbra para apresentar a peça “Socorro! Estou grávida!”. A actriz de 29 anos é conhecida do grande público sobretudo pelos seus desempenhos nas telenovelas “O Teu Olhar”, e “Jóia de África”, mas já participou também nos filmes “Party”, “A Caixa” e “Vale Abraão” de Manoel de Oliveira. Recorde-se que Sofia Alves começou pelo cinema, depois passou para as novelas, para de seguida chegar ao teatro. Assim, e no que diz respeito a esta peça, que a actriz veio apresentar no Teatro Académico Gil Vicente, trata-se de um monólogo, que representa mais uma prova de fogo na sua carreira. É uma peça escrita propositadamente para Sofia Alves onde é abordada a temática do aborto.

 Como é que começou a sua carreira de actriz?

 Aos 17 anos comecei a trabalhar com o Manoel de Oliveira e a partir desse momento descobri que queria ser actriz.

 Sentiu alguma dificuldade no início?

 Como qualquer pessoa, é evidente que as dificuldades iniciais são sempre superadas quando se tem por perto grandes actores, técnicos e realizadores. Foi assim, aconteceu comigo.

  Há alguma actriz que seja um modelo para si?

 Existem vários, a Eunice Munõz, o Armando Cortês, o Raul Solnado e Manuela Maria foram e serão sempre as minhas referências.

 Já passou pelo cinema, pelas telenovelas e pelo teatro. O que é que lhe falta fazer?

 Um actor está em constante evolução,

estamos sempre em constante aprendizagem, por isso espero ainda vir a realizar muitos projectos tanto no teatro como em televisão que me façam crescer como actriz e pessoa.

 Qual é a sua grande paixão?

 Sou uma pessoa apaixonada pela vida. As minhas maiores paixões são o meu filho, a minha família e a minha profissão.

  Ao longo do seu percurso, como actriz, há algum momento que considere inesquecível?

 O prémio de personalidade feminina no teatro (melhor actriz em 2005) com a peça “Socorro! Estou grávida!” - encenada por Celso Cleto e escrita pela Inês Pedrosa e Patrícia Reis foi um ponto alto, assim como todos os momentos foram e continuam a ser inesquecíveis, tive sempre a sorte de trabalhar com excelentes profissionais que me ensinaram muito e que eu admiro muito.

 Qual é que foi o maior papel da sua vida?

 O que está para vir!

 Na peça “Socorro! Estou grávida!” Apresenta-se sozinha em palco. Este monólogo é um grande desafio para si?

 É um grande desafio ao qual me propus. É um Whoman Show de uma hora e 45 minutos e é um “presente” para qualquer actriz. É uma reflexão sobre temas polémicos e actuais, onde se fala abertamente e sem preconceitos de assuntos como gravidez, sexo, aborto e relações homem/mulher.

 A temática abordada nesta peça (o aborto) tem sido bem recebida pela generalidade do público?

 Sim, porque nesta peça não são tomadas posições, simplesmente se convida o público a uma reflexão sobre um tema que é muito real na nossa sociedade e que afecta muitas mulheres. É uma peça hilariante mas muito séria, um tema que promete não

 deixar ninguém indiferente.

 Quais são os seus planos para 2006? Para além de continuar a apresentar a peça “Socorro! Estou grávida!”, Tem novos projectos em vista?

 Em teatro a Edda Gabler - Ibsen, no final deste ano.

 Em televisão, a próxima novela da TVI, “Fala-me de Amor”, que estreia este mês e o curso de representação para jovens, adolescentes e adultos no Auditório Municipal Ruy de Carvalho em Carnaxide.

 Como é a Sofia Alves fora dos palcos?

  É uma mulher normal, que gosta de ler, viajar, estar com a família e os amigos.

 Que conselhos daria a um jovem que tem o sonho de representar?

 Quais são os desafios para os quais deve estar preparado?

 Acima de tudo é preciso muita perseverança, força de vontade, depois a formação também é muito importante, frequentar workshops, e acima de tudo muito empenho e dedicação, é o essencial. Nada se faz sem humildade, e sem ela um actor nunca poderá chegar mais longe. Este é o meu grande conselho.



publicado por jornalpretonobranco às 16:51
link do post | comentar | favorito
|

2 comentários:
De Zé Manel Taitai a 5 de Setembro de 2006 às 23:29
Com que então começou aos 17 com o Manuel de Olveira. Olhando para la eu diria que tinha começado muito mais cedo...


De por acaso a 6 de Setembro de 2006 às 01:53
Ai Sofia, Sofia...
És tão linda e andas sempre com cada cromo!!! Deus é injusto


Comentar post

mais sobre mim
pesquisar
 
Setembro 2007
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
14
15

16
17
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30


posts recentes

Droga - Grande Tráfico

“É preciso rapidamente ap...

Soure sem casos de corrup...

Autarquia de Soure está e...

10 anos de rock

Destaques da edição de Ou...

Entrevista com Manuel Luí...

Preto no Branco - Um jorn...

Soure em festa

Destaques da edição de Se...

arquivos

Setembro 2007

Julho 2007

Maio 2007

Outubro 2006

Setembro 2006

Fazer olhinhos
blogs SAPO
subscrever feeds